O SOFRIMENTO; A CULPA

O que nos dói não é o tipo de sofrimento, mas a profundidade das feridas.
O que nos corrói não é vivenciar sempre este sofrimento, mas senti-lo como se fosse no presente estas feridas.
O que nos aniquila é ter a sensação deste sofrimento.
O que nos domina é não conseguir esquecer este sofrimento.
O que nos elimina é viver o resto de vida com este sofrimento.
O que nos arruína é reviver a todo momento este sofrimento.

Então esqueçamos o que nos fez sofrer, se não pela eternidade; pelo máximo de tempo que pudermos.
Se não nos abandona que o desvalorizemos.
Se não nos deixa dormir; tomemos este tempo e oremos.
Se não nos trouxe felicidade, que compreendamos de sua necessidade a ludibriar o futuro.
Se compreendermos esta tal; a alegria da descoberta será perene felicidade.
E tudo que em nós bater consciente, persistente a traumatizar; é para um aprendizado a ser adquirido.

Se não soubermos este sofrimento estudar, vítima dele seremos.
Se não vermos como um amigo a ser compreendido, será um inimigo invencível.
Se nos trouxer ser de nossa culpa somente, é para nosso bem em futuro quando eliminarmos.
Se trouxer culpa de outro é perdão que falta verbalizar pelo coração.

Sofrimento é crescimento; amadurecimento; pesada cruz até que entendamos outra forma de carregá-la; visão que falta por falta de uma mente mais aberta ou um coração.

Comente...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked. *

Related articles