DEUS E O DIABO EM NÓS

o-corpo-e-a-morada-do-diabo

Quem pode me governar?
Quem tem poderes sobre mim?
De quem sou digno filho e discípulo?
A quem devo obedecer por estar mais próximo?

Sou o que desejo ser, filho de Deus ou do Diabo, sigo a quem desejo por meu livre arbítrio, por minha vontade que o Criador deu, e sou filho de quem acredito ser, de Deus ou do Diabo.
Agradeço pela vida a quem quero agradecer; na dependência de aceitar quem eu queira como meu único mentor.
Sou assim; filho no desejo de seguir um e não ao outro; defino meu destino, se de amor e gratidão ou de agonia e desgraça pelas coisas que na vida quero.
Faço o que entendo ser sábio a mim, e neste entendimento convivo com as forças que julgo me fazerem bem, e no futuro também estarei colhendo o que plantei no dia de hoje, e com o amor ao Mestre, ao mentor que escolhi; Diabo ou Deus, feliz serei se acreditar ser ele o melhor para mim.
Porém tenho que escolher qual é melhor para o futuro, pois minha índole tem a cara de quem desejo para meu amigo de intimidades.
Este amigo será meu confessor, meu salvador se assim precisar, quem devo então procurar para esta missão, a mim ele se comprometerá; quem me dará guarita se no desespero da vida um dia me encontrar?
Qual dos dois saberá me acolher?
Ensinar-me?
Conduzir-me para a vida eterna?

Tenho o dom do livre arbítrio, que foi dado para meu crescimento, e o Criador não me obriga a segui-lo, não me obriga nem a agradecê-lo por tal; mas tenho que me valer deste direito para entender do porque o tenho, e se não souber deste mecanismo sabiamente usar; terei um dia de responder por isto, terei de pagar.
Seguindo ao Diabo, transgressão de início não farei, pois é meu livre arbítrio, porém se minha índole não lhe comporta como mentor, a minha vida será infeliz de imediato.
Se minha índole o aceitar como amigo do peito tudo poderei ter, até mesmo meu livre arbítrio deturpado por conseguir colocar normas a minhas atitudes, não conseguir parâmetros a conquistas e nem mesmo sentirei que são minhas estas.
Não farei distinção do que é meu ou de outrem, quase sempre invadindo o espaço sagrado de outra pessoa, outro universo; viverei na contramão das sabedorias do mundo, marginalizado pelo que acho correto, mas não é para meu crescimento, porém estarei crescendo também, estarei na precisão de entender do Diabo como meu deus, a necessidade de saber como sua mentalidade é, que passa ser a minha então.
De vislumbrar seus desejos e desígnio que são os meus, entender de seu modo de pensar e agir para benefício próprio sempre, que são meus desejos e benefícios.

E no entender de tudo isto saberei o que é o lado negativo do universo, o lado negro da energia interior que habita em nós.
Se optar por seguir ao Diabo estarei indo de encontro a minha necessidade de aprender muito mais que muitos, e correndo o risco de uma volta por demais demorara para o lado do bem, do amor e humildade principalmente.
Amar ao Diabo é decisão nossa, uma decisão que ninguém consegue nos tirar por conta do livre arbítrio, então há de experimentar até o ponto em que julgar aprendizado compreendido; aí a volta se fará rápida, tal qual o filho pródigo que saiu do lado do pai e se encontrou nas profundezas da vida.
Necessidade de se procurar onde nunca imaginou ter de chegar; o pecado ante a consciência humana encarnada, mas nunca saberemos se é pecado ante Deus por ter admirado um dia o Diabo e suas manhas; evidente é que nunca um amante do Diabo ficou eternamente com ele, simplesmente foi até ele, ou deixou exteriorizar seu lado sombrio para elimina-lo, posto que o Diabo não existe, mas sim o lado negativo que deixamos aflorar por nossa conta, risco e prioridade de algo saber.
A ida aos infernos da existência tem seu porque, coisa que ninguém entende, nem mesmo quem esta viagem fez, mas sabe que voltou de lá muito mais fortalecido. Era um fraco na crença verdadeira, no amor real, na fé ao Criador; Deus, e depois de tal aventura que sempre é de sucesso neste sentido, o de adquiri compreensão da vida que não entendia, do amor que não tinha e da humildade que não cultivava.
Hoje é forte guerreiro que entende muito do inferno humano e pode mais do que ninguém compreender e ajudar quem esta viagem inicia, é o soldado guardião das verdades divinas, que aprendeu se sujando no sangue e no desespero que é a casa do Diabo.

Seguir a Deus é algo que não precisa se dizer se é o correto, pois que todos farão isto um dia, mesmo que ateus sejam hoje, mesmo que não acreditem ser Deus o tudo de todos, temos o livre arbítrio, temos Deus e o Diabo dentro de nós, basta escolher quem queremos exteriorizar; aquele que o fizermos é quem nos governará, nos fará bem e indicará o caminho certo; se aceitarmos o Diabo como nosso leme na vida, tudo será como precisamos de momento, o conhecimento das forças oriundas do baixo astral, de nosso passado.
Se exteriorizarmos a Deus, teremos a conquista do mundo inferior, pois Ele também governa o mundo das trevas para que ninguém seja sugado pela eternidade; deixa que todos quanto queiram visitar estar paragens, pois lhes é necessário, e ao saberem para onde devem se dirigir adotam a Deus como seu mentor eterno.
Aceitar Deus interior como mentor, salvador é ocorrência de todos um dia, onde saberão que é a verdade interior que deve governar, e nossas verdades interiores são sempre sábias, sempre direcionadas para o crescimento, mesmo que tenhamos que ser amantes do Diabo um dia, mas será um só dia, porque precisamos disto.
Porém a vida será de amor ao próximo, de amor à natureza, de amor ao Cristo que está em nós, e de amor a si mesmo como o é a Deus.

FELICIDADE

11069813_848051335269686_3197147107886614263_n

Ah felicidade, que de lugar algum vem, que dentro de mim está, é tudo de maravilhoso sentir, tudo de gostoso a não oprimir.

Ah felicidade que a qualquer hora me toma de supetão, faz-me pular de alegria, de euforia sem nada em verdade ter de motivo a agradecer, apenas a sinceridade que vem de mim e em mim mora, apenas a vontade de ser do bem, muito além do que o mundo possa compreender, muito além do que a humanidade possa ser, pois é a felicidade que vem de cima, muito acima, lá de dentro de meu ser, que em prazer só quer estar de bem; só quer ser do bem-estar, e do querer o bem a quem de mim se aproximar.

Tudo isto é felicidade a contaminar, a nos fazer o bem, a nos glorificar junto de quem é responsável por esta alegria imensa, junto de quem é tudo de amor e verdade, tudo de bem-aventurança e prosperidade interior.

Eu mesmo, que em sabedoria infinita, sabedoria que está no espirito, posso me apoderar deste bem-estar, e me fazer feliz por ser coerente com o que sei e aprendi; ser complacente com quem não entende, com quem não me aceita, ser carinho e caridoso com os menos afortunados de boas emoções, ser ouvidos a quem tem o que lamentar sem me envolver; ser ombro de quem tem a chorar sem repartir lagrimas em solidariedade, apenas o ombro e ouvir, para que possa em outra ocasião ter meu emocional equilibrado, para que outro tristonho em pesadelo carnal ou espiritual possa em mim suas tristezas descarregar.

E tudo isto é felicidade, ser bom e fazer o bem, felicidade que de dentro vem, sem promessas, sem obrigações, apenas a vontade de ser mais de mim que de outro, mais ser de meu prazer espiritual do que prazer puramente carnal e material.

VERDADE MAIS PROFUNDA

10698627_837434692957236_2382422375733465039_n

A vida é muito mais que ir e vir, é compreender para pela eternidade então saber; é se colocar como aprendiz para do mestre conceitos sábios desenvolver; é viver como se fosse a última vez, mas sabendo que não é, porque tem de valorizar tudo que de Deus vem, desde o mais simples afago a mais terrível agonia; é tudo para o crescimento, para a estrada até ele que deveremos um dia trilhar.

Porém no se perder pelas trilhas da vida que não soube nas encruzilhadas que caminho tomar, muito ao neófito irá custar, porque todos os caminhos ao Criador leva, porém algumas é de sofrimento e agonia, mas de muita sabedoria, e outras de fácil caminho, mas sem crescimento, sem alento a quem desta trilha utilizar, porque do sofrimento vem o real conhecimento e do prazer em não sofrer vem somente o lá chegar.

Tudo é da decisão de quem em encruzilhadas da vida se colocar, se não souber por onde ir, várias voltas fará em outras passagens por este mundo; e a encruzilhada mais uma vez irá se apresentar, até o momento em que a trilha correta resolver assumir, pois este é seu caminho e não o de levar a existência sem aprender, e das trilhas que lá estão algumas são a ti e outras não; mas lá estão para que aprenda a fazer a correta escolha.

É a existência que se tem; de fazer o que se propôs antes do ventre da mãe estar; mesmo não compreendendo esta verdade ela é uma realidade, porque se viemos sempre a um propósito, este tem de ser cumprido através do sofrimento com aprendizado, através da sabedoria já adquirida que tem de ser repassada e enriquecida, somos todos alunos nesta sala, e se alguns sabem um pouco mais, lhes é obrigatório aos outros ensinar dentro de sua capacidade de entendimento, para que no partir definitivo deste plano todos possam saber o mesmo montante, possam ser sábios e conscientes de tudo que flagelaram por este sitio, e que lhes era necessário.

Na sabedoria divina um dia aprenderemos, saberemos do porquê deste mundo existir; da prioridade de Adão ter de consumir a maça do pecado, e aos que vieram depois ter de pagar por este desvario do precursor da humanidade, é a verdade que um dia a nós será desvelada, porque se Deus o proibiu de comer de tal fruta não deveria ter lhe colocado ao alcance, porém o fez e neste intuito Deus queria algo, e este algo conseguiu, e um dia entenderemos do porquê precisar esta atitude de sua criação primeira e consequente vinda de toda a humanidade para o plano matéria.

São as incompreensões que não temos por hora como desvelar, nossa capacidade de entendimento é por demais pequena para tão grande concepção, mas com certeza tem a ver com nosso progresso espiritual, ou até mesmo com nosso retrocesso espiritual coerentemente provocado pela maça do pecado; necessidade interior de nosso espírito decair, prioridade por algum motivo que um dia nos será colocado, nos será explicado e entenderemos do tudo que somos quando formos algo muito melhor, pois que não se leva ninguém a uma sala de aulas se não for para ser melhor do que era.

Ao Pai nada podemos mais pedir, porque não sabemos o que Ele já nos legou durante todas nossas passagens, não sabemos de suas promessas reais a serem cumpridas nem mesmo das já concretizadas, somente temos de crer que tudo que acontece a nós, em entendimento ou não seja para nosso bem, mesmo que nos pareçam desgraças a serem passadas, porque neste plano o corpo matéria é só detalhe a ser utilizado, é para uso e posterior abandono, não se importando o espírito nunca em salvar este nosso habitar temporal, simplesmente o devolvemos de onde tiramos, da forma que estiver.

Esta é a sabedoria da Mãe natureza, nos ceder de si para crescermos, e depois devolver para que ela envolva outro ser com esta mesma matéria, somos somente espirito sem corpo realmente nosso, somos sapiência sem ignorância interior, somos plenitude de paz sem revolta, somos o hospedeiro do Cristo em essência, e tudo neste plano temos de esquecer e reaprender, de refazer conceitos mui superiores aos que temos, somos seres extracorpóreos, porque não precisamos de corpo para existir, mas o utilizamos para crescer, somos o desejo do Criador de se superar e assim algo mais trazer que ninguém saiba, nem mesmo nosso interior espiritual sapiente pela eternidade.

Verdades que desconhecemos, consciência que não temos, mesmo espiritual, e no transcorrer de nosso aprendizado conceitos inovadores serão apreciados, é nossa relação com a divindade, entender o porquê das coisas acontecerem em nossa existência, do porquê coisas acontecerem sem nossa compreensão, a vontade do espirito maior de nos preparar para uma virada a ser adotada, de sermos além do que somos em espíritos iluminados, de partirmos além das estrelas que nos guiam desde o nascimento através de nosso signo; é o desejo do salvador de voltar à casa do Pai como o filho pródigo, que precisou se alimentar do que há de pior para voltar mais sábio do que era.

Explicações que um dia teremos, que um dia nos será colocado; e enquanto isto não acontece a verdade nossa é bem simplória frente a verdade do Criador, nossas necessidades são pequenas frente  a verdadeira utilidade de nossa existência neste plano, somos os organizadores do futuro divino, pois estamos a aprender, e se éramos anjos antes da caída o que estamos fazendo se já sabíamos tudo?

Se éramos iluminados?
Porque a necessidade de voltar a sala de aulas se sabíamos tudo?
Ou temos algo mais importante a saber, a desenvolver e nos preparar?

O projeto do Criador que vai além de nossa atual compreensão, além do que possamos hoje desvendar.

Tudo deduções e conjecturas, tolos pensamentos a julgar certos ou não, mas em divagações se chega a conclusões, em absurdos se vai além do que a mente coerente pode aceitar, e tudo que aqui exposto está não é nada além do que uma mente sábia procura compreender, e no direito que o livre arbítrio permite se pode deduzir e acreditar, porém não se pode impor, nem obrigar a aceitar, é questão de insinuar, poder sim vislumbrar as possibilidades, é a verdade que a um só pertence, mas quem sabe seja a verdade que a humanidade possui.

O MAGO, A BRUXA, A MAGIA

21151_371095186344338_1274006246_n

A magia não se aprende se recorda; lembranças de tempos áureos onde tudo se fazia com amor, através do amor e para benefício do amor.

A magia só é negra se for procurada com insistência por quem quer riquezas deste mundo, desta forma terá cada vez menos para seu universo interior e mais marcas da vida para odiá-la cada vez mais.

A sincera magia deixa profundas marcas de bem estar, porque conversa com a natureza, com as existências e com Deus dentro de si.

O verdadeiro mago ou bruxa não sabem a utilidade do ódio, procuram cultuar o amor e se não são reconhecidos se mantêm reclusos em sua sabedoria, entendendo que esta não pode chegar aos que perto de si estão.

Os articuladores dos segredos da natureza sabem que esta é perfeita e se permite ser manipulada para a evolução de quem o faz.

Os que buscam a natureza com desejos maléficos conseguem um pouco do que desejam, porém arcam com carga que a Mãe Terra lhes colocará, a cruz que terão de carregar muito além desta passagem.

Magia não é maldade, é benfeitoria se feita de coração, e quem tem verdadeiros poderes deste tipo são em essência bons.

Acreditar que bruxas e magos são maus é não dar chance a si mesmo de encontrar um digno representante da essência Terra; que seja matéria ou vivencia de estar encarnado.

A grande magia destes seres é alargar horizontes mentais, vasculhar defeitos morais e mostrar que a vida é muito além do corpo mortal.

Ser poderoso na magia não diz respeito a conquistas deste mundo, mas entendimento profundo do outro, que de cera forma é o conhecimento deste universo e do porquê este assim o é.

IDEOLOGIAS REENCARNACIONISTAS

181824_408821242496290_565938210_n

Quando da alegria do pra cá regressar só temos que festejar, é volta para onde não é nosso verdadeiro lar, porem onde iremos diminuir nossos erros.

Aqui é onde se fixam verdades e se aprende realidades, se confessa ser fiel ou traidor de nossas próprias sinceridades, adora-se o Deus de nossa carne ou o Diabo de nossas mentiras.

Aqui se encontra o amor eterno que já existe em alma gêmea além deste plano; ou se perde nos braços do desespero em solidão a se acabar.

Aqui se faz tudo que se deve ou se fica até aprender o que deve ser feito, aqui se conquista o direito de viver eternamente ou se coloca como morto eterno; até saber que todos têm o direito e obrigação de conquistar a vida eterna.

É a vida a se viver aqui, porem nos perdemos em absurdos estudos do entender, e acabamos por nada compreender, acabamos parecendo mais tolos do que quando viemos para cá.

Pois aqui é o pátio da perdição para os fracos de intuição, para os neutros de espiritualidade e os tolos de necessidades que julgam serem materiais.

O celeiro de vivencia ou morte eterna, da correção do passado a ser compreendido, ou a perda total e momentânea da sabedoria, até o dia em que souber de sua sapiência adormecida enquanto estava a purgar o que de errado fez, ou teve de assumir em prol da humanidade.

O poder de salvar o planeta.

177711_415972661781148_2025135790_o

A força que nos uni, é provavelmente o de maior que temos na unicidade com o Criador, que nos fortalece por assim dizer; que mais forte tem no universo, e esta unicidade não é completa e totalmente poderosa por sermos muito unitários nos afazeres deste mundo, no se comportar individualmente em relação até mesmo às nossas próprias necessidades, é o que leva este plano, este planeta a perda de seus valores morais, sociais, espirituais e até mesmo materiais com a perda do solo mal usado e do ar muito poluído, tudo está errado dentro de nós, em cada ser.
Para que compreendamos melhor, temos que entender que vivemos num mesmo lar, e este lar está por nós sendo estragado, mesmo que por uma pequena parte, então os que não o fazem por querer este desperdiçar, tem que por movimentar energias em prol dos que tendo poder neste plano, possam de forma inconsciente atuar mais beneficamente no resgatar este planeta, no recuperar o que nos resta de lar saudável.
Somos culpados atuantes ou passivos do que aqui acontece, temos que nos direcionarmos a recuperar este mundo de nós mesmos; que fomos quem o estragou, o colocou de maneira perigosa a nossa sobrevivência.
A vontade de sermos felizes aqui enquanto podemos; porque por hora é o que temos, e no fazer por necessitar muito em nós irá melhorar; muito em nós será mais bem aproveitado.
Um batalhão mesmo que de poucas pessoas em relação aos muitos mais, farão de maneira astral uma luta sem tréguas para a vitória, nosso pensar positivo ao invés de nossas mãos armadas, podem muitas vezes ser mais perigosa para os inimigos deste plano do que se pode imaginar, é o ataque por assim dizer que vem do invisível, que corrói as mentes malignas destes e os enfraquece naquilo que desejam os de bom coração.
O caminhar com suas pernas invisíveis por sobre o materialismo que está matando o planeta em que vivemos; a luta das mentes, pois os menos preparados, ou os poderosos materialistas não tem poder neste tratar, não sabem como lutar, não se defendem nem sabem recuar, então se rendem às ideias que são loucas a eles; os tornam frágeis reféns de nossas vontades felizes, que é de resgatar nosso lar, de recuperar onde estamos vivendo; tanto para os que vêm após; como a nós mesmos enquanto aqui tivermos que reencarnar, tivermos que recuperar erros, que incluem esta devassidão que cometemos no passado com este planeta.
É o amor universal que agi em comunhão com as forças astrais, o querer muito ser feliz para poder levar esta emoção à frente.