DUVIDEI

935033_1393769800842441_2137944325_n

Duvidei um dia de Deus, duvidei de seus projetos, suas virtudes e sua capacidade, duvidei do tudo que era e do porque era tudo isso, e sei que foi o melhor que fiz.

Um dia tudo isto procurei pesquisar, saber de tudo com meus olhos e não com de outros, e pesquisei em mim, e em fontes que eram mais de duas sempre, para conclusões corretas tirar.

Encontrei explicações mil em todos os cantos, muitas diferentes, porém pequenos pontos em comum, que mesmo estas fontes não se aperceberam de falhas em deixar passar, e nestes pequenos detalhes descobri o Deus que muitos modificaram, transmutarão e até mutilaram em sua maneira de dizer como seria.

Uma pesquisa louca a quem de fora via; um estimulante, um afrodisíaco, uma droga divina, o de saber a verdade que ninguém diz de Deus, mas que alguém em mim dizia ser verdade.

Fontes sérias e outras não, conscientes e coerentes todas me diziam algo, e de alguma forma sabia o que retirar de cada uma, o que deduzir de cada uma, e no fim passei a não pertencer a nenhuma religião pregada por seres encarnados, e sim a religião do que desencarnou há 2000 anos.

As dúvidas sobre Deus, Jesus, e muitas coisas mais, são o aprendizado correto de quem quer a verdade sobre tudo sem opinião tendenciosa; procurar em dezenas de bocas e fontes diferentes e conclusões sempre tirar, sempre duvidar de suas conclusões, até que um momento sem mais possibilidade de outra verdade, por hora deixar de duvidar.

Somos seres incompletos, sensatos, porém incapazes do julgamento correto, em sendo das origens divinas nunca teremos a última palavra, nunca saberemos a verdade derradeira de nada, durante nosso período de passagem cármica por este mundo.

A descoberta em si de Deus é coisa intima que não se pode dividir com outro, mesmo o mentor, pois este embora saiba, não pode neste conhecimento nos ajudar, apenas pista nos colocar, e da forma que conduzamos este interrogatório chegarmos a elucidações fabulosas sobre Deus, Jesus, Cristo e entendemos que somos muito mais que meros estudantes curiosos, somos entendidos em uma verdade, em nossa verdade, e desta ninguém pode duvidar, porque cada um tem o seu caminho único para retornar à casa do Pai, e ninguém sabe qual é o caminho do outro e desta forma não pode criticar, não pode impor, mas quem sabe aconselhar, para que este passe pelo crivo de quem tem o caminho a seguir.

É desta forma que duvidei de Deus e de tudo ligado ao mundo angelical, para que em certeza que só eu tenho, possa me entregar em prazer ao desconhecido que me era, e que hoje embora acredite saber nada, sei que compreendo muito mais que antes, mais que no dia de minha decisão em duvidar de tudo.

Sou feliz hoje por saber o que Deus é e para que Ele existe, e sei que existe, e sei que me faz existir por conta de suas necessidades em mim.

UM POEMA FILOSÓFICO

10258846_1381617485454852_5054751443392290110_n

Belezas a nos inebriar, de fabulosa grandeza a nos presentear, purificar-nos em pensamentos, em nosso desejo de bem-estar.

É nosso desejo mais solene, perene vontade de a todos agradar, a todos festejar com simples e doce olhar, simples gesto a se fazer em carinho e afago; porém tudo que somos nos coloca além desta vontade, nos coloca em sintonia estreita com astral que nos faz bem, que nos quer bem e que é só para nosso bem se assim com ele nos compreendermos.

Astral esse que é a presença divina, a sabedoria que vem de cima, do Mestre desencarnado há 2000 anos, que vem do Mestre que nunca encarnou; mas sempre existiu em matéria.

A soberba existência do Criador que em carne se fez para no inferno da matéria se purificar, se tornar mais puro do que era; mais intenso que sempre foi.

Tudo a compreender, mesmo que os ouvidos não ouçam bem o que se deve, mesmo que a sinceridade e idoneidade não nos permita compreender; porém esta é uma grande verdade, a clausura do Pai em seu filho, para purificação e engrandecimento deste através do encarne do Pai.

Mas pouco se sabe; pouco disto se entende, visto que é complexa suposição a julgar correta, equivocada intenção de mostrar a verdade, pois ainda é cedo para esta.

Mas um dia ela será uma realidade aos curiosos que souberem explorar, que souberem ver e interpretar; estes serão escolhidos a reinar na sabedoria que a Terra vem para ensinar

Tudo que temos são apenas interjeições; coisa de louco a dizer o que não vê, a falar o que lhe vem à mente.

Porém todo louco é um gênio adormecido. Todo endemoniado fala de outras verdades, fala que sabe de outras realidades, ou mais, fala uma realidade mais real que esta.

Mais palpável e aceitável que esta; a compreensão a muitas perguntas feitas, mal-entendidas ou nem respondidas; respostas que um dia teremos que nos bater em aceitar, ou em inútil combate interior não querer esta louca possibilidade.

É a realidade a se apresentar, a verdade a nos presentear com a curiosidade que há milênios foi implantada, que muito foi debatido, mas o segredo não desvendado.

A existência da vida em Deus e a existência de Deus em nós como matéria carnal em evolução, coisa descompassada de entender; difícil de aceitar, e impossível de tomar como verdade.

Porém neste plano para nós tudo é realidade, até o que não cremos, aceitamos por faltarem provas, mas o que existe em outro plano não vemos nem acreditamos.

Não entendemos nem aceitamos por serem fabulas da carochinha a nos encantar, nos enfeitiçar; mas neste estranho momento tudo se entende como aguas claras.

Uma verdade que temos de encarar, de que somos Criação divina, e a casa desta criação, que somos prediletos do Pai e diletos senhor de suas vontades, para que através de nós estas se tornem realidade.

É o que em realidade temos de aceitar, somos a realização das vontades do Pai, que sem nós em matéria carnal nada Ele pode realizar, nada pode fazer.

Somos o ponto de apoio e ancora Dele em suas benfeitorias neste plano, também somos o beneficiado destes planos do Criador, mesmo que de forma absurda e maldosa em nosso entender.

Porque tudo que vem Dele; é para crescermos em abundância e sabedoria.

Mas muito relutamos em aceitar o que Dele vem, por não saber se é uma realidade à nossa concepção; ou uma mentira aos nossos sentimentos materialistas.

A doce carapuça do desejar ser melhor que todos; e neste melhor nos tornarmos pior, o anjo caído em devassa vontade de se superar e cometer o pecado de desejar ser melhor que seu irmão, que sua prole que sua família, pai e mãe.

Tudo isso são mentiras tolas?

Será?

Ou verdades bobas de quem está tentando se encontrar e um caminho real sem atalhos achar?

De atalhos o mundo já se perdeu demais.

Insuficiência de sabedoria todos temos; não sabemos o que significa ser sábio, o que significa ser filho do Criador e não ser irmão em luz do Cristo.

Colocando este personagem de nosso passado, muito presente como superior a nós, superior em luz e sabedoria. Porém este mesmo salvador colocou-nos que poderíamos realizar prodígios até mais fabulosos que Ele, mas duvidamos disto, duvidamos do que nos foi falado, duvidamos de nossa capacidade de conquista da vida eterna, e a possibilidade destas manifestações como disse o Mestre.

Tudo tola indagação?

Será?

Ou não?

Mas todos têm sua maneira solitária de pensar, de deduzir e achar o que mais lhe convier, ou o que mais sensato for.

E a sabedoria individual se prontifica a se mostrar, e um dia sobressairá em beleza e bondade divina.

AQUARELA DE PENSAMENTOS.

200778_477801772239785_367087220_n

Querer é desejar, conseguir para perpetuar.

Quem tem o desencarne previsível dá o real valor à vida.

Quanto mais brigamos pelo autoconhecimento menos coerente ele nos vem.

A intuição é uma leve brisa que temos de sentir e não ignorar.

Frente à vida; o humilde cresce e o revoltado regride.

Assim como o homem; Deus tem seu carma.

A procura da verdade demora o tempo da maturação de cada ser.

No início penamos em citar sabedorias, depois somos tomados de assalto por elas.

Meditar sobre o que não concordamos, é constrangimento que amadurece.

Só colocamos valor monetário ao que não tem valor espiritual.

Alimente-se de boas intenções e não precisará de socorro espiritual.

Os defeitos que vemos no próximo em nós se originaram.

Bom governante é aquele que tem sabedoria em se governar.

Não procure ser melhor, mas simplesmente melhorar.

A prática das virtudes no futuro desencarnar levará à perfeição.

Todas as respostas existem em nós, basta saber perguntar.

Se ouvirmos mais nosso inconsciente, mais sábios seremos.

Deixe a divina providencia regrar sua vida, e será muito mais feliz.

A cada dia um novo aprendizado do que já sabemos.

Contra o poder da magia negra, seja humilde e apenas sobreviva.

O doce sabor da vida se conquista através de dissabores compreendidos.

Somos manipulados por desejos míopes e anseios de que não é nosso direito ter.

Alimente sonhos durante o dia e permita que os sonhos lhe ensinem durante a noite.

Seja fiel ao que crê e não manipule ao próximo.

Seja indiferente a ofensas e superior a estes será.

A sabedoria é tão infinita quanto à existência de Deus.

Nossa beleza plástica é fruto de como tratamo-nos em vidas passadas.

Ser feliz é fazer o que quiser sem a consciência pesar.

Amar a si é valorizar Deus através do mais importante que nos deu.

Somos hoje o que somo porque assim nos fizemos no passado.

O amor verdadeiro não se recusa nem se induz.

Não há magia mais poderosa que o reto caminho.

Seja sempre sincero e não terá que se desmentir no fim da vida.

Quanto mais curta a colocação filosófica, mais extensa sua dissertação.

Quanto mais se aprende, mais se dá conta que pouco sabe.

Tudo que nos vem à mente e não compreendemos a origem; é conhecimento de longe vindo.

Abençoe a vida que deve ser engrandecida sempre.

Não tema a morte; ela deve ser compreendida.

Tema a vida se tem medo de entendê-la.

Tema a morte se não consegue a aceitá-la.

Não odeie o inimigo que pode estar lhe mostrando um defeito seu.

Valorize o amor que você possa dar.

Entenda que os erros são para crescer.

Que é mais fácil perder um amor que um amigo.

O vício está ligado ao condicionamento do corpo num passado muito distante.

O verdadeiro amigo se traveste de inimigo para exigir de você o melhor numa futura batalha.

A existência de Deus deve ser questionada jamais ignorada.

A verdadeira paz está dentro de você não fora.

Deixará de ser burilado quando compreender da necessidade do astral de nisto tanto se empenhar.

Quanto maior o sofrimento do discípulo mais importante a missão a desempenhar.

Quanto mais compreender as punhaladas da vida, menos sangrara.

As surras da vida são para nos amolecer em entendimentos não a nos endurecer em revolta.

Sábio aquele que perdoa com o coração muito mais que com a boca.

Abandone a lógica quando estiver tratando com a espiritualidade.

Aprenda sobre, si se perdendo no que não aceita.

Filosofar é um prazer; e quanto mais bem-estar, mais fundo e denso se vai.

Discussões são para aparar arestas não “encrostrá-las” mais.

Dê uma olhada no seu passado e entenderá porque seu presente é assim.

Mesmo que semeie paz onde há discórdia, sua paz interior não se abalará.

Um inimigo é mais honesto que muitos amigos.

Perseverar é insistir teimosamente num sonho que acredita poder realizar.

O crescimento interior é enriquecido com lágrimas e sonhos não realizados durante sua maturação.

Se uma dificuldade acaba com seu sonho, este não era para ser sua conquista por merecimento.