Paixão

Visit allwallpapersfree.blogspot.com

Para que possamos nos perder um no outro, sermos felizes nesta peregrinação corporal, neste interlúdio de paixão.

Para que tenhamos o dia e noite a nos olhar, sempre a nos abençoar e não nos abandonar, porque amor é como esperança, jamais deve morrer.

Para que sejamos cúmplices um do outro, um no corpo do outro, um no coração do outro a ter prazer cada vez maior e intenso.

Para que a eternidade seja todos os dias, todas as noites, e neste prazer sem fim, nos perdermos por completo neste tesão a nos consumir.

Para que a vida seja nós sempre, nada além de nós, e o restante da humanidade ficará do lado de fora de nosso ninho de amor.

Para que tudo termine por poucos instantes, e em seguida novamente começar.

Para que o final seja momento de reflexão, conversa sobre como foi bom, e imaginar o que pode vir a seguir.

Para que nossos corpos mesmo cansados não consigam adormecer, porque o prazer de um ao outro ter é imenso, maravilhoso, intenso.

Para que a vida recomece a cada nosso novo encontro, o prazer se inicie sempre que nos olhemos, e as vontades sejam refeitas sempre que nos toquemos.

Para que a existência da humanidade possa em nós fazer parte, o inicio do que nunca irá terminar.

Para que o prazer se renove a cada encontro, mesmo que seja todos os dias, porque o meu prazer é te dar prazer a cada nova aventura sensual.

Para que nossa existência só tenha fim em conjunto quando a paixão findar, porém sentimos que estas labaredas de paixão só tem indícios de cada vez mais aumentar.

Para que o EU TE AMO sempre tenha o outro a ouvir; e se maravilhar.

A paz em nosso coração seja cada vez mais constante sempre que nos encontrarmos, e nos amemos serenamente.

Os corpos cansados se refaçam à primeira nova caricia, novo olhar e palavras de desejo ao ouvido.

Tudo para conspirar à nossa paixão, à vontade de se submeter maravilhado ao outro, sem medir esforços ou palavras de sedução.

O tesão, a paixão, a vontade até mesmo sem condição de procurar mais e mais; se entregar e ser feliz no corpo na boca de quem se ama.

Tudo é perdição, vontade de ser violado por outra pessoa, e não se sentir ultrajado, porque é por amor, por paixão estes acontecimentos à nossa intimidade, a qual queremos muito compartilhar.

E orando para que jamais este turbilhão de deliciosas insanidades não termine, não se finde; porque nos faz bem, nos mostra que podemos ser felizes com pouco de bem material que temos.

O amor assim se faz, desejando sem fim, querendo se ter sem compreender o que nos acontece, porque o amor pode ser cego, mas é tremendamente poderoso em nós, porque vem de Deus.

Fazemos por merecer esta paixão, sempre em linha reta andando, sempre em desejo sincero se mantendo, e por fim o que nos vem é o que merecemos, paixão desmedida, mas consciente por alguém.

O amor pode ser insanidade, mas é por vontade, por desejo, por prazer de querer muito alguém, e será um prazer muito maior se este nos quer profundamente também.

Obrigado por todo este amor; que faz bem, que me mantém e que me desorienta quando contigo estou.

A VIDA

10258846_1381617485454852_5054751443392290110_n

A vida é bela e sagrada, porque nós a temos, mas a Deus pertence.

A vida tem de ser de sinceridade, para que possamos o melhor dela aprender.

Precisa ter doce sabor, para que a amemos muito mais do que merecemos.

Tudo deve ser belo aos sentidos, para jamais duvidarmos de suas maravilhas a nos abençoar.

A vida é mais que presente, é missão, peregrinação ou bênção, depende de como a encaramos.

Cada passagem deve ser de somas cármicas, verdades aprendidas e medos desvelados.

Nos receios, mesmo os mais tolos, devemos respeitar, porque são traumas a serem compreendido para serem eliminados.

Na procura da verdade em nós, estamos indagando a Deus ou sobre Deus, e isto é maravilha de nosso livre arbítrio.

No desejo de ir além, superamos receios vivos em nós, o desejo de sobreviver à morte, que em nós a muito existe.

A vida não é morte, mas o enriquecimento de si através dela.

O entendimento de si nela, e a existência de si estando nela.

Não tema jamais sua existência, porque foi por ti decidida quando do outro lado estava, e tudo que venha a ocorrer foi previamente pesado para um crescimento sem perdas.

Viver é arte, aprendizado, sabedoria e acima de tudo manter esperança firme e consciente.

Não desista jamais de sua vida, porque se o fizer o arrependimento será muito além do imagina poder aguentar.

A vida por Deus foi dada, e nem Ele a tirará antes do tempo devido, por isto se Ele não faria isto, você acha que tem autoridade para fazê-lo?

Temos permissão de tudo nesta passagem se soubermos de nossas regras cármicas.

Temos obrigações muitas também, e se as obedecermos, esta passagem será de deliciosos frutos.

Viva uma existência de liberdades emocionais e intelectuais, para que possa alçar voos engrandecedores e superar limites previamente colocados.

Se tudo tem uma razão, procure saber das suas nesta passagem, com certeza terá surpresas nesta investigação se for sincero.

Ao Criador tudo pertence, então pense no que está fazendo com o que lhe foi dado a administrar, para no futuro não ter de pagar além do que pode.

Não chore em demasia por um ocorrido, apenas sinta com verdade, e tudo voltará a ser saudável em breve em seu corpo.

A entrega de si em desespero não leva a nada, porque o ser humano não sabe seu real valor, e estará se perdendo tolamente.

Reavive seus sentimos, é sua boia salva-vidas ou sua ancora em meio ao mar revolto; que lhe salvará ou o naufragará.

Nas peripécias da vida não se perca, porque será difícil se encontrar se nunca procurou se conhecer verdadeiramente.

Tudo a seu tempo, no seu correto peso e perda que é inevitável, saiba lidar com estes e será feliz na vida.

O caminho pode ser tortuoso, porém não tome um atalho, que lhe abreviará conhecimentos preciosos no futuro.

Seja sincero consigo, seja verdadeiro com o próximo e acessível às emoções, para que nunca precise dar explicações demasiadas a ninguém.

A vida é tudo de bom ou de ruim, isto depende de nossa índole e amor ao próximo.

Nas vicissitudes da vida crescemos ou esmorecemos.

Porém se formos fracos tudo se apresentará de maneira infindável.

Seja firme em suas convicções, é sua forma de ver a vida, e uma opinião individual é sempre mais valiosa do que a colocação coletiva.

Pensamentos para o dia, sabedorias para a vida.

486546_103899503087659_1894995970_n

Tudo quanto duvidas é lampejo de aprendizado, vontade de um segredo a mais ser desvendado.

Quanto mais souberes de ti mais duvidarás, porém mais quererá saber e mais aprenderá.

De todas as verdades; as que mais aguçam são as que não conseguimos responder, por não nos ser permitido por falta de conhecimento ou despreparo de nosso interior no momento.

Na procura do interior sábio nos perdemos em divagações, uma perda de tempo, ou o caminho já sendo trilhado?

Tudo em nós é realidade a ser desvelada, obscuridade que mantivemos por encarnações a serem agora desvendada; pois esta é a hora de tudo isto se integrar aos conhecimentos compreendidos.

Tudo que de seu interior venha em flash é verdade absoluta a ser anotada e compreendida; é o mestre interior a ensinar, a orientar.

Em tantas contradições nos perdemos, em tantas inverdades lançamo-nos, porém no final tudo é compreendido e o inútil lançado fora; e em todas as situações alguma lição deve ser aprendida.

Detemo-nos muitas vezes a pensar como fazer e realizar, porém não nos lançamos no começar para perceber se os planos são reais ou sonhos a nos mistificar.

Grande é nosso poder, pequeno nosso saber; e nesta colocação perdas irreparáveis cometemos no transcorrer de nossas existências.

Se muito sabes, tudo deve repassar, porquanto não lhe foi dado sabedoria para ser levada a tumba.

É grande o poder do Supremo, é grande o desejo em ter este poder, mas não somos sábios para merecer um décimo de tudo quando poderíamos almejar.

Tudo tem um porquê e um pra que, e nestes enigmas nos perdemos, ou achamo-nos se formos sinceros com a sabedoria universal.

É a intenção, a verdade, a comoção, sensações a bater fundo, a balançar o entendimento dos que não sabem pensar coerentemente.

Procurando sempre encontraremos, encontrando sempre entenderemos, e se nada fizermos nunca nada seremos.

Uma luz, uma verdade, a realidade do saber viver, a compreensão deste mundo a nos manter, o desejo de um dia dele sair, porém o momento é sempre indesejável por ser com dor e sofrimento; uma doença a nos sucumbir.

Tudo aqui é invariavelmente planejado perfeitamente, tanto que nosso carma é sempre lançado a nos redimir, embora não saibamos a oportunidade aproveitar.

Acompanhados sempre estamos por quem nos foi designado, o anjo da guarda a fazer nosso carma, cumprir na proteção que devemos ter, no entendimento que devemos manter, para no dia da partida ir sem nada temer.

Facetas do mundo procuramos compreender, porem nosso entendimento é diminuto, pois o que aprendemos no passado tivemos de esquecer, por não serem entendimentos corretos.

A procura de Deus por toda parte, mas nunca localizado por não estar em pessoa em local nenhum, somente em nosso intimo se mostra e prova ser quem é.

A fantasia do poder, do conseguir para mais de ninguém precisar, conquistar arduamente para um dia tudo aqui abandonar.

Amemo-nos insistentemente, mesmo que não nos achemos dignos de tal, só assim seremos salvos pelo Cristo que em nós existe.

Da fé nada a acrescentar, porque é a realidade que nos mantém, a certeza que nos retém na vida correta, o insistente pensar que tudo pode mudar e assim acontece se neste sentimento nos mantivermos.

No amor sempre algo mais a dizer, porque é infinito, é completo e insinuante ao nosso poder de amar ao próximo e a nós que é o Cristo.

Tudo é poder neste plano, tudo é amor no plano acima, e temos neste entendimento viver procurando o que lá tem valor, para valorizar o que aqui tem.

Acreditar, viver, amar, sempre entendendo que somos uma parte do Uno, a realidade que concebemos e temos de aceitar, a invariável possibilidade de Deus em nós ser existente.

Tudo finda, desde os sonhos mais lindos, as mentiras mais absolutas e os desejos mais sublimes, porém a verdade divina não muda jamais, se transmuta em nosso conceito, em nosso entendimento, mas continua a existir sempre.

No amor nos perdemos por querermos assim viver, na existência nos acomodamos por não saber de outra forma viver.