DESEJOS E PROVAÇÕES

caridade

Dos desejos mais tolos podem vir as descobertas mais incríveis a nós.

Das vontades mais insanas as realidades que procuramos, mas não discernimos a vida toda.

Das realizações mais sem sentido a vontade intima.

Dos anseios infundados realizações do espirito.

Das emoções sufocadas as doenças mais terríveis.

Das procuras incansáveis o não encontro do que estava à nossa frente.

Das desavenças jamais resolvidas o perdão que o orgulho não deixou emergir.

Da procura incansável de si que nunca houve resultado, o receio de se embrenhar onde sabe estão as respostas.

Do inconsciente desejo de alimentar negativas qualidades o exacerbar dos egos.

Do receio em mostrar ótimas qualidades o medo de ser repudiado pelos menos preparados.

Das intensas sensações nas várias experiências de vida, o entendimento que tudo deve ser sabido muito mais pelo coração que pela razão.

 

TUDO E NADA

ugçugu

Nada na vida vale a pena de não tivermos sonhos, desejos a realizar, vontades a nos coroar de êxito.

Nada na vida vale a pena se não encaminharmos nosso melhor ao próximo.

Nada na vida vale a pena se formos apenas mortais sem parâmetros, sem horizontes a ultrapassar, sem leis a desobedecer sabendo como fazer sem ninguém prejudicar.

Nada na vida somos se não acreditarmos em nós muito mais que no mundo, se não fizermos por merecer o que o destino nos coloca, mesmo achando que não merecemos.

Nada na vida somos se simplesmente formos outro alguém, se não formos além do horizonte que visualizamos, se não acreditamos existir outro mais, se não superarmos este que vemos e desafiarmos o seguinte, e o seguinte.

Nada na vida somos e formos somente isto, se formos apenas temerosos de nosso destino, receoso do desafio a Deus, que deseja de nós mais conhecimentos, mesmo que seja desafiando-o.

Nada somos se não quisermos ser, nada seremos se duvidarmos de poder ser, e jamais nos realizaremos por medo de algo mais ser.

Tudo que somos foi por realização própria, por conquista merecida, por vontade de se superar e se atirar neste intuito, então temos de assumir tudo que somos mesmo achando que tenha sido obra e graça de Deus.

Alquimistika Podcast – Episódio 5

 

Sinto-me pouco perto do que desejo.
Sinto-me fraco em comparação ao que gostaria de fazer. Sinto-me abandonado em mim muitas vezes.
Sinto-me desamparado por Deus quando a Ele peço algo. Sinto-me inútil em minha vida quando olho para traz e nada vejo de progresso.
Sinto-me longe do muito que gostaria de ser a mim e aos outros.
Sinto que a vida não proporciona crescimento como imaginava ser.
Sinto que não irei muito além do que era quando aqui cheguei.
Sinto-me com vontade de crescer; será que vai demorar para meu carma de penalizações terminar?

QUE BOM SABER QUE…

1000360_644922618893557_1052495357_n

Ir além do que imaginávamos poder, e de lá contemplar novas e maravilhosas conquistas.

Chegar ao nosso limite e sentir poder ir até mais, porque não conhecíamos nosso potencial, e isto é maravilhoso saber.

Saber que a amamos e somos amados, e que a cada dia se pode conquistar mais e mais esta pessoa ou aqueles que ao nosso lado estão.

Ter a exata sabedoria que precisamos, e nesta não nos perdermos jamais cobiçando o que podemos conseguir por merecimento um dia.

Vislumbrar a cada dia um novo e maravilhoso amanhecer em nós, com possibilidades múltiplas de melhor que o dia anterior.

Aceitar o que a vida nos coloca, e não desmerecer o que de não tão bom venha, nem amaldiçoar o que nos chega, sabendo que de alguma forma fizemos por merecer que fosse desta maneira.

Saber que há um Criador de tudo isto e que mesmo achando, jamais estaremos abandonados por Ele, porque nos colocou para ajuda-lo e não simples e somente sofrermos sem explicações.

Viver pela eternidade através de múltiplas encarnações, e saber que deixaremos de estar morto quando soubermos o que e para que é esta existência.

Vivenciar em nós o bem comum, procurar razões e conclusões a nos explicar os percalços e nuances desta passagem, para que na despedida não a amaldiçoemos e levemos esta magoa à futura passagem.

Entender muito mais de nós em nós mesmos e não nos outros, o que será perda de tempo, porque estes são outros universos.

Vivenciar sem receio o que temíamos, pois lá estão explicações às verdades que negamos aceitar.

Crer no que é certo, porque a cada um a lei é diferente, e tudo que diz respeito ao individual sem prejudicar o próximo certo sempre está; até que se encontre novas diretrizes.

Saber que inimigos não necessariamente estão para nos prejudicar, mas para auxiliar na descoberta de nossas falhas.

E tudo vai muito além, de nossa compressão, de nossa percepção e nossa intenção de crescer, porque só saberemos de muita coisa quando lá chegarmos.

Somos a certeza e a incerteza de nós mesmos, até que em entendimento pacifico nos vejamos como falhos profundos na procura da perfeição.

Sabermos que podemos evoluir por nossa vontade e entendimento, e que ninguém poderá em momento algum intervir se não deixarmos; é de nosso livre arbítrio e devemos utiliza-lo extensivamente.

Saber que a cada encarnação evoluímos, mesmo que não pareça, porque através da involução conhecemos os defeitos mais complexos, o que é uma evolução.

Saber que em tantas vindas muitos amigos fizemos, que muitas verdades aprendemos, e nada foi ou será perdido nos desencarnes que ocorrer.

Ter a exata verdade do universo em nós, e o quanto antes soubermos lidar com isto, mais rapidamente felizes seremos.

A cada oração ou pedido de coração, seremos dentro da lei do retorno agraciados com mais amor do universo divino.

Acreditar profundamente nas descobertas que fizermos de nós, é o que estamos a fazer aqui, e se não nos conscientizarmos destas, estaremos involuíndo mais do que os pecados que cometemos

Jamais aceitar tudo que venha sem coerente explicação, porque devemos saber tudo que nos é somado e o que resultará.

A verdade deve prevalecer sempre, mesmo que despreparados estejamos para tal, em sendo assim devemos saber o que nos aguarda por merecermos.

 

Alquimistika Podcast – Episódio 4

 

A Bíblia tem todas as respostas a esta vida, e nós parcos conhecimentos para interpreta-las.
Ela é completa em ensinamentos e sabedoria, e nós em ignorância para desejar desvendar e se conseguimos em aceitar.
Tem o saber da humanidade, e nós nos interessamos somente pelo que faça bem ao corpo enquanto encarnado.
Vai além do que o homem descobriu ou descobrirá; mas não vamos além de seu preto no branco.
A Bíblia é a palavra de Deus, escrita por homens que em intuição colocaram ideias e ideias coerentes à toda humanidade.
E como tal sempre será sagrada, porém indevassável por receio de castigos que jamais virão por sermos curiosos em desvenda-la.