POEMA FILOSÓFICO

555173_450771964935456_100000079699871_1737259_1890800609_n

A eternidade em nossas palavras está, quando deixamos de falar o que não devemos, e só expressamos o que refletimos no olhar.
Quando verbalizamos sentimentos bons e silenciamos o que deveria ser anulado.
E no instante da verdade mais profunda um silencio se faz em nossa presença, é a palavra do infinito vindo ao finito, o poder do todo poderoso se insinuando entre expressões que levam a todos aos recantos mais belos de seus individuais sonhos.

Poema de encantadora beleza a nosso interior expressar, quando acreditamos tudo ter sido falando; os ensinamentos de mais profundidade os nossos lábios estão a balbuciar, e mesmo que não entendamos todas as expressões ao coração encanta, e mesmo que duvidemos do que compreendemos sentimos estarem certos todos os ensinamentos.

Há profundidades de sabedoria em nós para ser explorada, mas jamais totalmente desvendada, porquanto tudo que temos é além do que um mero carnal corpo possa guardar verdades sem fim, possibilidades de entendimento de todos os assuntos e sentimentos que campeiam por este plano e outros tantos criados pelo Uno.

Mas no torpor de acreditar saber tudo, muito mais nos vem, se apresenta na intenção de mostrar que a cada nova descoberta e ensinamento, mais se dá conta que pouco sabe.
A maravilha do Criador, nos dar de sua sabedoria por inteiro, mas nos dificultar o acesso, por saber não termos preparo para receber, e índole a merecer tal dádiva.

Os acontecimentos que em nossas existências se fazem, aos poucos e em doses poucas conseguiremos desmistificar o que nos foi tão temeroso colocado, o receio do desconhecido que não nos destrói, mas nos completa.

E tudo quanto procurarmos nas respostas não desveladas, terão então fácil entendimento aos nossos parcos sentidos, e nossa intuição aflorada se fará ferramenta poderosa ao nosso crescimento, por ser o sentido que perdemos no passado a muito ido.

Acreditar em tudo que vá saber é mera crença, sim ou não, porem em nós tudo sempre esteve, e a nossa espera, e se não conseguirmos aceitar tudo que nos estará sendo colocado naquele momento, o futuro nos preparará para o instante mais adequado.

Todas as verdades do mundo, todo um mundo de conhecimentos a serem desvendados e nós a explora-lo, como julgarmos mais conveniente ao nosso crescimento.
É a realidade da vida, não esta do encarne, mas a que sempre existiu, a realidade do que somos e estivemos muitas vezes por aqui pra entender.

Que somos o poder maior do universo, porem precisávamos ser lapidados para em pérola de grande valor nos tornarmos; e tomarmos o que nos pertencia, porem agora com mais riqueza de conhecimentos e sabedoria. Porque estamos e sempre estivemos neste plano para evoluir.

Explicações particulares de si.

TRISTEZA-HOMEM-IMAGEM-GDE

Todas as verdades que acredito de alguma forma vieram espontaneamente, todas as inverdades da mesma forma vieram, basta saber o que seguir o que compreender, e as que não completam minha forma de pensar devo excluir de meus interior, simplesmente porque além de não completarem até atrapalham o aprofundamento de meus conhecimentos.

Sei que tenho de eternizar minha passagem por este mundo, não para que seja louvado mais além, mas para que seja reconhecido por minha nova encarnação e tomados os conhecimentos deixados, possa reassumi-los e conduzir o que tinha se iniciado e por ventura não completado.

Tenho que ser também que ser lembrado pelas façanhas e boas aventuras que proporcionei aos que aqui deixarei; mesmo que estes com o tempo esqueçam de mim, mas pelo tempo que se lembrarem só boas recordações terão, só momentos de paz ao meu lado sentiram.

E que nas futuras encarnações possa eu viver muito mais em conteúdo e densa contribuição que fiz nesta. Assim a cada passagem mais rico em conquistas espirituais serei, mais sabor pela vida terrena terei, e ajudar aos irmãos que aqui não conseguem progresso interior por suas mentes estarem obscurecidas de tantos enganos, tantas blasfêmias ao Demônio, que acabam por odiá-lo sem saber ser ele seu lado obscuro que jamais procuraram eliminar.

Tantas coisas digo, tantas vontades coloco, mas acredito que de sonhos bons se vive e de sonhos maus se morre prematuramente antes do desencarne; e no alimentar estas boas ações que desejo, vou crescendo em meu conceito e na felicidade que consigo produzir, independente dos acontecimentos externos, dos rancores pela vida que campeia por tantos corações, não somos obrigados a viver o que o mundo nos coloca, apenas a conviver ao lado, pois temos nosso livre arbítrio, e só nos envolvemos no que não nos faz bem se precisarmos deste veneno ao espiritual, emocional ou físico para dar valor a este que estamos prejudicando.

Deste modo penso, e acredito que muitos mais também, ou se tem hoje censura a uma das colocações, um dia se darão conta que estou certo, ou muito melhor, terão suas próprias formas de entender o exposto, mas que sejam direcionadas pelo coração puro e ausente de maldade por este mundo.