A procura de si em si.

1146676_505885549481394_1125866631_n

Se procurar não é fácil se não temos o caminho, e este não nos ensinam, porem é essencial esta procura.
A trilha é mostrada, porem não deve ser trilhada por quem nos mostrou, não devemos ser conduzidos por quem quer nos ajudar, apenas incentivado.
A trilha é a certeza que do caminho correto, mesmo que tenha obstáculos cada vez maiores, pois atalhos só nos levam a descaminhos, ao não amadurecimento.
O inicio é entrega na metafísica, o nada que toma a mente, a partir daí a penumbra de nosso interior se mostra colorida; o inicio que maravilha nossa percepção; e a cada passo conquistado mais fabuloso é este caminho; mais completo e também complexo se torna, por encontrarmos mil respostas a perguntas que nem fizemos, mas nos tornam mais completos.
O encontro de si é a libertação da carne, mesmo que estejamos ainda prisioneiros dela; a sabedoria do universo, de nosso universo interior, que possibilita o entendimento do universo exterior.
E tudo quanto acharmos não ser conhecimento sobre nós, pois fala do mundo exterior, descobrimos que somos o mundo exterior, não por estarmos nele, mas por sermos também ele.
A descoberta de si é profunda, densa, atiça a curiosidade que se torna uma qualidade; e nos momentos de fúteis; pensamentos os mais valiosos tesouros podem ser descobertos, é quando sem limites a mente se perde e salta no obscuro ainda inexplorado; é o que nos faz mais apaixonado por nosso universo individual.
E num dado momento, sentimos ser além do que imaginávamos; passamos a compreender que podemos e somos tudo na medida em que obedecermos às leis que nos regem interiormente; e existência atual e futura com certeza serão mais prosperas e felizes.
É a descoberta de si, em que ninguém pode interferir; apenas incentivar, a descoberta de verdades que só a nós pertencem, porque deve ser entendimento da vida, do eterno e até mesmo de Deus.