O NOVO MUNDO

485776_393504054028009_100001052541884_1153584_1929327805_n

As congregações e templos irão falir e novas comunidades religiosas surgiram com novas perspectivas, outros ensinamentos e mais poder de realização no aspecto astral, por serem mais profundamente calcados em fundamentos que passarão a conhecer; serão mais conscientes, centrarão suas atenções num Deus concreto interno e não em um Deus distante e impalpável.

Farão de seus dias coerentes revelações e conclusões reais, e não mais ideias que calam a intuição. Ouvirão também seu sábio Cristo interior, atentos ao egocentrismo que será banido aos poucos, e as corretas colocações divinas que não serão tolas observações quando examinadas atenciosamente.

Verão em cada ser uma continuação de si e não o oposto de possíveis contendas tolas; abrirão olhos e ouvidos para o universo astral, de onde amigos invisíveis poderão ser avistados e ouvidos.

Deixaremos de ser o universo central(egoísmo) para ser o universo centralizado no amor universal, sem distinção de raça, cor ou instrução, pois credo deixará de ser classificado como é hoje.

A verdade passará a reinar no mundo, quando não mais o dinheiro será símbolo de poder, e o poder será de todos que compreendam o que este significa e os males que ele pode causar, ai em consenso será escolhido quem devera liderar grupos religiosos, quem terá mais condições interiores de compreender sobre o mundo que até então era invisível, e saberá repassar ensinamentos sem deturpa-los ou tentar lucros quaisquer que sejam nestes ensinamentos. E estes de poder não o usarão em beneficio próprio, pois mais que outros saberão dos riscos que corre se o fizer. Serão mestres que entenderão da sabedoria divina e a ensinará, porque será sua missão.