A verdade vos libertará

8648_671169769565984_1561404924_n

“Conheça a verdade e a verdade vos libertará” porem não aceitamos ser libertos em conhecimento e sabedoria, e sim em grilhões sociais e trabalhos penosos; angustia dos problemas com a família; o amor que se foi; a doença que se achega aos poucos.
Não aceitamos ser libertos pelas verdades que não nos salvará deste mundo insano; porque é o corpo e mente que estão penando, sofrendo agruras do dia a dia.
Porem não queremos nos desligar de tudo isto, separar corpo e mente do espírito; de nossa compreensão que não aceitamos; de que este plano é para nos punir por não aceitarmos os verdadeiros ensinamentos; que um dia tudo terminará mesmo sem o desencarne, pois entenderemos que a verdade que nos libertará, é a sapiência de que somos muito mais do que carne a sofrer sem cessar neste mundo.
Que a existência de um ser maior não está preso a uma cruz, ou muito longe num céu inatingível; e sim em nós, como sempre esteve; em nossa mente que recusamos a ouvir sugestões por ir contra os preceitos básicos do mundo da matéria.
A liberdade é conquista de quem se lança a ser diferente dos outros, porque cada um tem seu caminho único para chegar à existência divina; cada ser tem seu peso de cruz, seu carma; e acreditar que sendo feliz no plano material lhe dará passe para a liberdade é tola verdade; pois sempre procurará ser livre, cada vez mais dono e dominador de uma situação; mas será prisioneiro destas todas, por se julgar superior e domina-las, quando em verdade se distanciará das verdades reais que libertam, que é compreender seu interior, sua face oculta pelos desejos materiais.
Conheça a verdade e a verdade vos libertará; ela esta dentro de nós e a liberdade também.

O que queria orar

po~jiõo

-Aqui você não pode entrar.
-Porque não?
-Seus trajes são inapropriados para que possa entrar na casa de Deus.
-A é?
-Sim tem que estar decentemente trajado para ficar aqui.
-Hummm, e como devo me trajar?
-Roupas decentes.
-E uma camiseta limpa, sem desenhos ofensivos, calça jeans, e tênis sem sujeita ou rasgados não são trajes decentes?
-Para adentrar a casa de Deus não.
-Mas Ele faz distinção de minhas roupas?
-Não pode entrar na casa de Deus da forma que está vestido, se desejar procure outro local para orar.
-Mas eu desejaria encontrar com ele nesta casa, se não puder, por não me deixar entrar não quero conversar com ele em outro lugar.
-Fica a seu critério o que deseja fazer, mas nesta casa não pode entrar da forma que está vestido.
-Hummm e como deverei estar vestido?
-Calça bem passada com vinco, camisa de cor sóbria com ou sem paletó e sapato social de meias brancas se for somente para assistir ao culto, se for dar a palavra é necessário gravata e paletó, além da barba bem escanhoada.
-Interessante, então se eu não tiver dinheiro para um sapato ou não tiver uma calça social muito bem passada; não mereço ser ouvido por Deus?
-Aqui não.
-Num sabia que Deus era preconceituoso.

-Sempre pensei que ele não fizesse distinção entre seus filhos, afinal a Bíblia diz que todos são iguais perante Deus.
-Amigo; você deixaria entrar uma pessoa vestida de qualquer jeito em sua casa?
-Se tivesse limpa, banhada não me importaria se estivesse de bermudas com camiseta e chinelos, isto é se eu gostasse desta pessoa.
-Aceitaria que uma pessoa entre em sua casa desta forma trajada?
-Se eu amar esta pessoa sim, afinal me interessa o que ela pode me levar de bem-estar, de alegria e daria a ela o melhor de minha casa; se fosse um favor a pedir, a atenderia e veria se é possível atender seu pedido, dentro de minhas possibilidades, porém se for um desconhecido poderia negar sua entrada por ser uma moradia com poucas pessoas em casa, por entender que não a conhecendo seria arriscado uma pessoa desconhecida entrar.
-Esta vendo, está negando a entrada de uma pessoa em sua casa.
-Estou sim, porém não sou Deus, não o conheço, mas se aqui é casa de Deus ele conhece a todos que passam na rua, é um local com muitas pessoas e não tem valores monetários a serem usurpados.
-Amigo não posso deixa-lo entrar da forma que está vestido.
-Entendo, tenho que estar bem vestido para não ser chacota dos que me olharem nestas roupas, não devo também repetir minhas roupas não é?
-É o conveniente.
-Então tenho de mostrar ser pessoa de posses pelas roupas que tenha, se estas forem minhas únicas boas roupas só poderia entrar uma única vez, se tu me deixasses entrar.
Não entendo o que dizem nesta casa, tudo aqui é do Pai, ou comprado para ostentação do que Deus recebe de seus filhos, porém seus filhos oram aqui, e fora maldizem aos que aqui não frequentam, olham de lado para os de outros templos de mesmo seguimento religioso, e fazem sinal da cruz aos que seguem, dizem eles, ao demônio; por acaso já viu o demônio, ou o diabo ou…
-Pare de mal dizer a esta casa com blasfêmias à porta.
-Eu não estou dizendo blasfêmias, vocês dizem que eles existem, então gostaria de saber se já viste algum deles.
-Não vi, e sei que o meu Deus me protegerá se isto acontecer.
-Hummm, seu Deus lhe protegerá, e se for a outro templo de orações, outro Deus o protegerá?

-Tem quantos “Deus” na face da terra?

-Desculpe, mas está me falhando em respostas, se sois o guardião dos que não podem entrar por trajes mal vistos como os meus, deves entender que tenho de saber por que sou barrado.
-Não tenho mais a dizer, você está mal trajado para frequentar este local de orações; e peço que se vá para outro templo, outra religião que aceite pessoas que se vestem como você, e não mais venha aqui se assim estiver trajado.
-Está bem caro senhor, não mais virei a esta casa.
-Passar bem.
-Não queres saber o meu nome?
-Acredito que não me faça diferença saber.
-Mas o direi, quem sabe um dia queira me procurar para conversar.
-Não acredito que tenha algo de interessante a me dizer, mas se quiser dizer seu nome fique a vontade.
-Jesus.

 

Sabedorias

rei-salomc3a3o

Sabedoria é compreensão do que está oculto por não querermos entender o que não é essencialmente materialista, não nos trás riquezas da forma que desejamos, não nos trás amores da forma que gostaríamos, mas nos trás crescimento além do imaginável, além do que se pode precisar, ai o materialismo e as riquezas tomarão seu lugar, o de valores mortos à nossa vida, que se torna cada vez mais eterna.

A liberdade que temos é interior, e que manipulamos no exterior, é por conquista, herança de vida passada, a liberdade exterior é reflexo de nosso pensar e agir, pois que se formos tolos em achar que no plano físico somos livres; estaremos minando nosso universo interior.

Supomos seres sábios; e assim nos colocamos ao mundo, porem somos tolos, porque o sábio nunca se impõe.

Somos sábios por entender da vida, e assim passamos a apregoar; porem somos tolos, pois que só entendemos de nossa vida.

Traumas temos porque guardamos, alegria queremos pois nos refresca a vida, carma é portanto a soma e subtração de todos estes sentimentos em nosso inconsciente.

A humildade de uma pessoa se mede pela maneira que trata a idade de outra, e da forma que recepciona o respeito destas, não se julgando um invalido e sobrepujando aos que também necessitam.

Entendemos de nós, e julgamos a outros, eles julgam que nós não entendemos deles e nos julgam.

Complexas diretrizes colocamos, apenas para que nós entendamos de certas verdades, para que só nós tenhamos acesso ao que de bom esta encarnação pode nos dar; isto é cercear a verdade dos que tem fé.

Autoritarismo é investigar a vida alheia e colocar como proibido; porque faz a outro feliz e não a nós.

A Deus tudo pertence, a nós tudo é licito, se soubermos as leis dele obedecer.

De um todo, somos o tudo, de um nada somos um nada neste plano, porque somos energia condensada, e matéria é consequência de nossa forma de pensar, de nossa forma de encarar tudo que vemos com sentidos do plano da encarnação. Somos então o tudo por sabermos não ser nada, e somos o nada por não sermos eternos neste mundo.

Suposições são complexas de aceitar, inverdades que duvidamos existir, porem coisas ocultas não são inverdades porque não sabemos o que são, e nestas ocultas coisas, verdades muito densas podem nos levar a compressões muito além do que pudéssemos supor ou acreditar.

Passamos muito por este plano, sem saber do que viemos aqui aprender, ou aprendemos algo e nem sabemos, porem é nossa missão burilar nosso sexto sentido para conquistar o sétimo, a clarividência, para vislumbrarmos e conquistarmos a vida eterna.

Atenhamos ao que sabemos, porem coloquemos um pouco de curiosidade em nossos desconhecimentos, para que possamos desenvolver novas teorias e possibilidades, só assim seremos o que realmente somos, espíritos em evolução.

Da faculdade da vidência se vislumbra o paraíso, o além-vida, e desta faculdade se desliga da matéria, porem a ama muito; tanto que gostaria por demais de ajudar quem não tem esta visão privilegiada, este patamar de nossa realidade neste plano.

Da paz vem a serenidade; do amor vem a caridade; de tudo isso vem a felicidade.

Da intuição vem a sabedoria; da compreensão vem a verdade, da humildade vem a nossa verdade; da necessidade vem nosso crescimento.

Querer se possuir em sabedoria e verdade, é entender de tudo que no universo existe, mesmo que não seja dentro de si, é saber do que não se tem documentos, nem testemunhas, é vivenciar o que ninguém até hoje soube dizer.

Antever o futuro não precisamos, pois este é ligação direta com o presente e o passado; então se ambos não foram bons, o futuro será incerto, este é o pensamento correto, a verdade desvelada, a compreensão sentida que o carma assim colocou.

Do amor ao ódio é curta estrada, é pequeno desprezo, ou mal entendido que todo mel vira veneno, todo momento e lugar vira contenda de batalha; são caras de sentimentos travestidos, que neste momento parecem iguais, que confundem; que trazem tristeza e magoa.É amor que virá ódio, é paixão que vira inimigo.É falta de compreensão de entendimento dos porquês de cada um.

Louvemos ao que nos faz bem e entendemos; porem respeitemos o que não compreendemos para que não nos façam mal; respeitemos os diferentes por sermos também a eles, tenhamos amor ao próximo para que não adotem ódio contra nós; mesmo assim se o fizerem, sejamos serenos ao desprezo para não sermos iguais a eles.

Muito de nós escondemos nos outros, principalmente nossos defeitos, que em outros são mais fáceis de criticar e difíceis de aceitar.

Só nos sentimos perfeitos se formos melhores que todos, ou se formos humildes; e isto não falarmos a ninguém.

Muito procuramos no mundo por verdades que só em nós está, perguntas que só podem ser respondidas por nós. Se o fizermos muito de nosso passado perdido poderá ser resgatado. Porque ninguém tem estas respostas, ninguém sabe de onde viemos e principalmente porque viemos. É a nossa necessidade; e são as nossas verdades para compreensão do destino e vida.

Não somos seres superiores porque conquistamos, mas sim porque Deus assim achou correto, para proteger e ajudar aos semelhantes, para sermos bons à natureza, animal ou não, porem somos muito mais que isto; somos a salvação do planeta a qualquer momento e em qualquer  situação; temos que nos conscientizar disto e resolver problemas que arrumamos e que pode os eliminar como seres inteligente.

Nosso dever é zelar pelo que temos e pelo que somos, temos que orar ao Criador por nos proporcionar mais uma chance e a nossos atos, para sempre serem de sabedoria.

Respeitar o próximo para que ele faça o mesmo, aceitar críticas, mesmo que ferrenhas, pois serão de alguma forma benéfica, nos mostrará como somos mais sábios que este a nos ofender.

É de nossa índole muitas coisas que achamos por bem não concordar, porem temos que nos domar, pois para isto aqui viemos, e se sabiamente o fizermos; estaremos nos colocando como seres de humildade, seres de valor interno grande, merecedores da paz  que o Cristo prometeu, merecedores da vida de felicidade interior eterna.

Acreditemos no que somos em essência, e esta nunca se perderá, e nunca nos trairá, mesmo que não sejamos fieis a suas indicações.

Atuemos em prol de nós com carinho e humildade, e a sociedade como um todo se beneficiará desta tomada de consciência, pois tudo começa em casa.

Ser auto confiante é qualidade, é sinceridade e superioridade, é ter domínio de seus sentimentos e emoções, porem não é subjuga-las nem ignora-las.

O poder é ser capaz, não exercer autoridade; o comandar é por conhecimento não por imposição; o julgar não é direito do ser humano, é tarefa divina, pois não sabemos nada do carma de outros.

Tenhamos em nós paz, tenhamos em nós humildade, tenhamos em nós superioridade sobre os mesquinhos defeitos humanos e seremos super homens. Ou anjos encarnados.

Ouça seu interior sempre nos momentos de desespero, ouça de sua alma as verdades que recusa a ouvir em momentos de desesperança, e entenderá do porque destes motivos de complexas decisões, em que nada lhe vem à mente.

Momentos de aprendizado

Por quantos caminhos devemos andar até podermos nos encontrar em corretos pensamentos e atitudes; em sensatas conclusões e perfeitas deduções?

Por quantos momentos precisamos nos entender sermos independentes de pensamentos bitolados, de verdades pré-estabelecidas, até concluirmos ser o mais certo caminho a seguir?

Por tantas situações que passamos que nada aprendemos; somente o sofrimento que impingido a nossa carne resultou; um aprendizado inútil por não termos nos empenhado na observação do que acontecia; do que nos era colocado para desenvolver.

Por tantos instantes parecemos seres inúteis; pessoas sem futuro emocional; e que nosso espiritual é mero acaso do destino; não antevendo ser o crescimento da alma, frente à ignorância do pensamento a muito inutilizado pelos parâmetros da coerência materialista.

Por tantas vezes passamos as mesmas situações, e nada de compreender destas, um misto de falta de perspectiva, de iniciativa, de estudo aguçado que nos levaria a anular de vez este tal obstáculo, por termos entendido a lição do momento por toda a vida.

Por tudo que já vivemos, e sentimos ter de viver; devemos a todo instante, e principalmente nos mais aturdidos a nossa consciência; procurar os detalhes benéficos à compreensão; as ideias que nos parecem coerentes, pois tudo, em todos os momentos, e em todas as circunstâncias; por mais sofríveis que sejam, tem uma lição a nos mostrar; um detalhe que nos escapou antes, e que agora vem de forma ultrajante até, a nos marcar, para que aprendamos esta lição, e possamos ir a frente na conquista da vida eterna, ou pelo menos nesta existência; de uma paz interior madura e verdadeira.